Posts

shutterstock_588007646

Dia da Árvore e Dia do Papeleiro

Ambas as datas são comemoradas em setembro e têm motivos em comum

shutterstock_127683065Em 20 de setembro é celebrado o Dia do Papeleiro. A data foi estabelecida como marco da fundação do Sistema Sepaco de Saúde, em 1956, instituição criada para atender aos profissionais do setor papeleiro e seus dependentes.

Já em 21 de setembro é comemorado o Dia da Árvore. A data, que marca também o início da primavera no Brasil, busca conscientizar a população sobre a importância desse ser vivo para o meio ambiente.

As comemorações deste dia começaram no final do século XIX. Isso porque, em 10 de abril de 1872, o político e jornalista estadunidense Julius Sterling Morton plantou uma grande quantidade de árvores na cidade de Nebraska (EUA). A ocasião ficou conhecida como “Day Arbor” e foi um marco ecológico para a preservação das espécies arbóreas.

Comemorada mundialmente na chegada da primavera, muitos países adequaram a data a partir das características físico-climáticas de suas regiões. Na Polônia, por exemplo, as comemorações acontecem em 10 de outubro; na Tanzânia, em 1º de janeiro.

A indústria e as florestas – O eucalipto é cultivado para ser utilizado pela indústria de papel e celulose, tornando o processo 100% reciclável e biodegradável. Em média, no Brasil, a taxa de reaproveitamento do papel, que pode ser reciclado, é aproximadamente de 60%.

No Instituto International Paper, são executadas diversas iniciativas ambientalmente responsáveis, que protegem a biodiversidade e o meio ambiente. Além de manterem um hectare de terra reservado para a conversação da fauna e da floral regional, auxiliando na preservação da mata nativa, são realizadas ações educativas com crianças e adolescentes.

Em 2016, o Programa Educação Ambiental (PEA) preparou atividades variadas entre estudantes e professores em Mogi Guaçu (SP) e Luiz Antônio (SP), região em que o programa atua.

Uma das ações, que envolveu mais de 3 mil pessoas, consistiu em mostrar os detalhes sobre a fabricação do papel. A intenção foi desmitificar alguns conceitos do processo produtivo e apresentar as outras iniciativas da empresa para a preservação do meio ambiente.  Somente na IP, são produzidas mais de 16 milhões de mudas por ano.

explicação sobre fabricacao de papel_2

Projeto Educação Ambiental participa de “Dia de Campo Limpo”

experiência sensitiva_
 Instituto International Paper levou o PEA (Programa de Educação Ambiental) para o Dia Nacional do Campo Limpo (DNCL). Promovido pela Coplana, Cooperativa Agroindustrial, o evento ocorreu em Jaboticabal (SP) no dia 16 de agosto.

Com o objetivo de conscientizar os alunos da rede pública para a preservação ambiental, a ação reuniu, na Estação de Eventos Cora Coralina, mais de 2.500 estudantes de 9 a 14 anos dos municípios paulistas de Jaboticabal, Guariba, Dumont, Pradópolis, Santa Ernestina e Taquaritinga.  Eles puderam acompanhar demonstrações e conhecer uma série de boas práticas de preservação ambiental e logística reversa adotadas pelas empresas da região onde moram.

O Instituto International Paper marcou presença nas atividades do “Dia Nacional do Campo Limpo”, ao explicar os processos de produção de papel e a importância da preservação da fauna e da flora, um trabalho que é constantemente aprimorado pela empresa para reduzir impactos ambientais.

Além do Instituto IP, vários outros convidados estiveram presentes e as demonstrações foram estruturadas em estações, nos moldes de uma “feira de Ciências”. Os estudantes receberam orientações sobre o descarte de embalagens de defensivos agrícolas, a reutilização ou transformação de diferentes tipos de materiais, entre outras iniciativas.

Os alunos acompanharam, curiosos, todas as explicações nos estandes por onde passaram. Eles puderam aprender um pouco mais sobre a importância da reciclagem e da reutilização de recursos como forma reduzir os impactos ao meio ambiente.

PEA_Brotas 2016

PEA FAZ SUCESSO EM ESCOLAS DE BROTAS E ALTINÓPOLIS

Programa de Educação Ambiental envolve alunos do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental

Teatro_PEA BrotasNos dias 08 e 09 de junho, o Programa de Educação Ambiental do Instituto International Paper (PEA), no modelo itinerante, percorreu os municípios de Brotas e Altinópolis no Estado de São Paulo. As atividades, voltadas aos alunos do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental, incluíram dinâmicas de socialização e circuitos em que se explicou o processo de fabricação do papel, desde as mudas de eucalipto ao processo industrial.

No primeiro dia, as atividades foram realizadas no Parque de Exposições – Expoal em Altinópolis, cidade de 16 mil habitantes na Região de Ribeirão Preto. Os alunos da rede municipal, na faixa etária dos 8 a 11 anos de idade, puderam ficar por dentro das etapas que envolvem o processo de fabricação de papel e participaram de atividades que reforçaram a importância da preservação do meio ambiente.

No dia 09, foi a vez dos alunos da Escola D. Francisca Ribeiro dos Reis, em Brotas (SP). Após a dinâmica de socialização, os alunos se revezaram nos diferentes circuitos propostos e tiveram contato com plantas, aprenderam sobre a fauna local e práticas de reflorestamento, que são utilizadas para a sustentabilidade da produção de papel.

lanche_PEA BrotasAlém disso, os alunos assistiram a uma peça de teatro sobre a importância da preservação ambiental, participaram de uma gincana com perguntas e respostas sobre os assuntos trabalhados durante os circuitos e finalizaram o período com um saboroso lanche, que enfatizou a importância de uma alimentação saudável, rica em legumes e verduras.

“Foi um dia muito interessante para os alunos e ajudou a fechar o conteúdo que os professores estão trabalhando no momento: o Dia do Meio Ambiente e a preservação da água”, contou a Coordenadora do Ensino Fundamental I da Escola D. Francisca Ribeiro dos Reis, Viviani Marques Moreira. Além de Viviani, os professores aprovaram a iniciativa, especialmente pelo fato de o conteúdo ser direcionado. “É sempre muito gratificante poder contribuir para a educação socioambiental de crianças, para além da nossa região. Acreditamos que elas sejam grandes multiplicadoras de práticas mais sustentáveis para o futuro”, declara a Gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade do Instituto International Paper, Gláucia Faria.

Sobre o PEA – Iniciativa do Instituto International Paper (IIP), que visa a desmistificar o processo de fabricação de papel. Além de desenvolver ações com escolas dos municípios de Luiz Antônio e Mogi Guaçu, onde a International Paper (IP) mantém operações, o Instituto leva o projeto para escolas públicas de outras cidades e desenvolve atividades também para os filhos de funcionários da IP.

IMG_9888

Filhos de funcionários passam um dia na IP

Ação envolveu os filhos de profissionais das unidades de Mogi Guaçu e Luiz Antonio. Atividades incluíram palestras e dinâmicas em equipe

Nos dias 20 e 21 de janeiro, o Instituto International Paper promoveu mais uma edição do Programa de Educação ambiental (PEA). Este ano 98 crianças de seis a 10 anos de idade tiveram a oportunidade de aprender um pouco mais sobre o lugar onde os seus pais trabalham e entender como acontece a fabricação de papel.

O Programa tem como objetivo desmistificar algumas informações sobre a indústria de papel e celulose, mostrando a preocupação da IP com o meio ambiente e as atividades que a empresa realiza em suas florestas plantadas de eucalipto.

Durante o dia que passam na unidade, elas participam de um bate-papo sobre preservação ambiental, assistem a um vídeo sobre as florestas plantadas. Em um segundo momento, passam da teoria à prática e participam de atividades lúdicas em contato com a natureza.

Luiz Antonio

No primeiro dia de evento, 45 crianças foram recebidas na unidade de Luiz Antonio para um dia inteiro de atividades. Após a identificação na portaria, elas participaram de um momento de integração em que puderam se conhecer e entender como funciona uma indústria de papel e celulose. Após as atividades de integração, elas foram para o Centro de Educação Ambiental da IP para um bate-papo com os educadores sobre as florestas plantadas.

Na hora do almoço, as crianças puderam encontrar os seus pais para uma refeição no restaurante da unidade, preparando-se para uma tarde recheada de brincadeiras no bosque.

Em meio à natureza, elas assistiram a uma apresentação de mágica e participaram de jogos de perguntas e respostas e brincaram com um jogo da memória palpável. As crianças também participaram de um tour de ônibus pela unidade. “Por conta das normas de segurança, o passeio foi pela área externa”, conta Douglas Arantes, consultor do projeto.

Mogi Guaçu

 No dia 21 de janeiro, foi a vez da unidade de Mogi Guaçu receber os filhos de profissionais e prestadores de serviços da IP. As 53 crianças foram divididas em duas turmas. A primeira, das 8h às 12h e a segunda das 13h às 17h.

Ambas as turmas puderam acompanhar um bate-papo com os educadores ambientais sobre a preocupação da International Paper em fazer um trabalho sustentável, também assistiram a um vídeo sobre as atividades da empresa para, num segundo momento, interagir com os jogos e brincadeiras sobre meio ambiente e preservação. As atividades foram realizadas no Mini Clube.

Todo o projeto foi desenvolvido pelo Instituto International Paper em parceria com as empresas Biosustentare e Cityvida, que desenvolveram as atividades.

 

IMG_1500_baixa

IIP realiza edição itinerante do PEA em Altinópolis

No dia 4 de setembro, o Instituto International Paper (IIP) realizou uma edição itinerante do Programa de Educação Ambiental (PEA) na cidade de Altinópolis/SP, onde a International Paper (IP) possui uma unidade florestal.

O programa foi realizado na Escola Carmem Miguel Viccari, localizada na zona rural da cidade. A escolha se deu pela localização privilegiada da instituição de ensino, que coexiste muito bem em meio à natureza, sendo professores e alunos muito engajados com as causas ambientais.

Durante toda a manhã, 212 alunos, da pré-escola ao 5º ano do Ensino Fundamental, 10 professores e a diretora da escola participaram de atividades lúdicas e recreativas, bem como de palestras sobre o que é a International Paper, onde a empresa atua e como desenvolve suas atividades, desde a criação das mudas de eucalipto até a produção do papel.

Esta é a quarta vez que a escola Carmem Miguel Viccari participa das atividades do programa. Segundo a diretora, Silva Eni Fiori Calese, a escola “adora participar da ação porque todas as atividades são voltadas para a conscientização ecológica. Isso ajuda muito para complementar o trabalho que já é realizado pelos professores nas atividades diárias. Por isso, pedimos ao IIP para participar todos os anos”.

Para as crianças, tudo é festa! “Eles adoram, porque é uma atividade diferente. As brincadeiras com os monitores são desenvolvidas e orientadas para trabalhar a preservação do meio ambiente. Por ser uma escola rural, temos um amplo espaço, então, dá para fazer bastante coisa”, afirma a diretora.

O PEA
Realizado nos municípios de Luiz Antônio e Mogi Guaçu, o projeto leva estudantes para uma aula dentro de uma unidade da IP. No local, eles aprendem as principais etapas envolvidas na fabricação da celulose e do papel, além da interação deste processo com o meio ambiente. As visitas ao programa ocorrem semanalmente, durante todo o ano.

Inicialmente, o projeto foi criado com foco em alunos e professores do Ensino Fundamental, mas com o passar do tempo, passou a receber também alunos do Ensino Infantil e Médio, assim como de educação especial, idosos, graduandos e pós-graduandos da área de meio ambiente, entre outros.

PEA_faca

Projeto de Educação Ambiental – Faça parte!

Começaram as inscrições para o Projeto de Educação Ambiental – PEA 2015! Investir na educação como forma de garantir a preservação do meio ambiente é o melhor incentivo para assegurar a prática sustentável da nossa e das próximas gerações.

O PEA desenvolve atividades nas Fábricas de Papel e Celulose da International Paper nos municípios de Mogi Guaçu e Luiz Antônio (região de Ribeirão Preto), ambas no estado de São Paulo, e as visitas do público acontecem semanalmente, com dois horários disponíveis para agendamento: das 08h às 12h ou das 13h às 17h.

O projeto que trabalha com alunos do Ensino Fundamental e Médio, também abriu as portas para receber graduandos e pós-graduandos que se interessem pelos assuntos relacionados a educação ambiental, assim como alunos de educação especial, idosos e quaisquer outros grupos que também queiram participar dessa iniciativa.

Com entrada e alimentação gratuita, a proposta do projeto é desmistificar algumas questões sobre a indústria do papel e da celulose, desde o processo do plantio até a produção do papel que será comercializado.

O PEA tem como objetivo esclarecer a função que cada um de nós pode desempenhar para contribuir por um mundo mais responsável e consciente, além de permear essas ideias entre amigos e familiares, transformando os participantes em multiplicadores.

Para se inscrever, basta procurar as pessoas responsáveis na unidade mais próxima:

  • Fábrica de Papel e Celulose International Paper – Mogi Guaçu/SP
    Tomas: (19) 3861-8955 ou tomas.fernandes@ipaper.com
  • Fábrica de Papel e Celulose International Paper – Luiz Antônio/SP
    Sabrina: (16) 3986-9073 ou sabrina.tenello@ipaper.com

Junte-se ao PEA e ajude a construir grandes transformações para a preservação da natureza. Seja um multiplicador da educação ambiental!