O papelão e sua contribuição para o reflorestamento

floresta ip mogi guaçu

No mundo, existem muitas maneiras que contribuem para o meio ambiente e a biodiversidade do planeta. Uma delas é utilizar o papelão ondulado na recuperação de áreas degradadas. O processo é simples e custa 50% menos do que que os métodos tradicionais.

O papelão é utilizado no controle de plantas invasoras e na proteção de mudas nos primeiros anos de plantio. De acordo com pesquisadores da Embrapa, o material de papel contribui para o reflorestamento e para o controle do coroamento ao redor de mudas que estão sendo reflorestas.

Na prática – Para proteger a base das mudas de espécies florestais, é usado um disco ou placa de papelão ondulado, novo ou reutilizado. Por meio do coroamento, a proteção faz com as gramíneas – que exercem forte competição com as espécies reflorestadas – não se desenvolvam.

Com isso, ocorre um crescimento igual como se estivessem sendo controladas por manuseios recorrentes, no caso, por meio de enxadas, foices e roçadeiras.

Antes de chegar a esse resultado, os primeiros experimentos utilizavam embalagens arredondadas para pizza. A consequência disso, foi a descoberta de que o papelão apresenta eficiência de mais de um ano se for usado com solução à base de sulfato de cobre.

Um exemplo deste processo, usando papelão tratado, é a cobertura de solo para o cultivo da pupunha, que aumenta sua produtividade e é muito sustentável na plantação do palmito, segundo dados divulgados pela Embrapa em 2011.

Para o pesquisador Guilherme Chaer, o benefício de usar o papelão não é só por impedir o crescimento das gramíneas, mas também pelo aumento da taxa de sobrevivência das mudas. Uma vez que a técnica chega a diminuir em 10ºC a temperatura do solo superficial em dias quentes, reduzindo também a perde de água por evaporação.

 

Consulte a matéria completa no Blog Adoro Papel!
Fique por dentro do processo e curiosidades sobre o assunto!

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>