No interior paulista, coleta de lixo fica mais sustentável

Caminhão elétrico torna a coleta de lixo ainda mais “limpa”

Divulgação BYD

Divulgação BYD

A coleta de lixo nas cidades paulistas de Paulínia, Indaiatuba, Tietê, Salto e Valinhos ganha um forte aliado para a boa qualidade do ar em áreas urbanas: um caminhão 100% elétrico, que começou a circular no segundo semestre de 2016. Com autonomia para percorrer mais de 200 quilômetros ou até oito horas sem recarga, o veículo é capaz de compactar até 16 toneladas por turno.

O processo poupa significativamente a atmosfera de poluição, uma vez que não há emissão dos gases poluentes dos caminhões movidos a diesel e pelo uso de uma bateria de fosfato de lítio, que é reciclável e tem vida útil de até 40 anos. Também contribui para a redução de poluição sonora, uma vez que o motor é muito mais silencioso do que nos veículos tradicionais.

A chinesa BYD juntamente com a Corpus Saneamento são as responsáveis pela fabricação do caminhão elétrico. Uma parceria que prevê mais avanços: expansão da frota, com utilização de energia gerada em aterro sanitário para a recarga dos caminhões. O meio ambiente agradece!

 

Curiosidades

»Se a coleta de lixo fosse feita em 100% dos cinco municípios citados (Paulínia, Indaiatuba, Tietê, Salto e Valinhos), seriam beneficiados mais de 530 mil habitantes, de acordo com a soma da população de cada uma das cidades, conforme dados do IBGE.

 »Se houvesse coleta de lixo por caminhão elétrico nas cidades de Mogi Guaçu, Luiz Antônio e Três Lagoas em 100% das residências, seriam beneficiadas cerca de 250 mil pessoas.

 

 

 

 

Este post também está disponível em: Inglês

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *