IIP realiza edição itinerante do PEA em Altinópolis

No dia 4 de setembro, o Instituto International Paper (IIP) realizou uma edição itinerante do Programa de Educação Ambiental (PEA) na cidade de Altinópolis/SP, onde a International Paper (IP) possui uma unidade florestal.

O programa foi realizado na Escola Carmem Miguel Viccari, localizada na zona rural da cidade. A escolha se deu pela localização privilegiada da instituição de ensino, que coexiste muito bem em meio à natureza, sendo professores e alunos muito engajados com as causas ambientais.

Durante toda a manhã, 212 alunos, da pré-escola ao 5º ano do Ensino Fundamental, 10 professores e a diretora da escola participaram de atividades lúdicas e recreativas, bem como de palestras sobre o que é a International Paper, onde a empresa atua e como desenvolve suas atividades, desde a criação das mudas de eucalipto até a produção do papel.

Esta é a quarta vez que a escola Carmem Miguel Viccari participa das atividades do programa. Segundo a diretora, Silva Eni Fiori Calese, a escola “adora participar da ação porque todas as atividades são voltadas para a conscientização ecológica. Isso ajuda muito para complementar o trabalho que já é realizado pelos professores nas atividades diárias. Por isso, pedimos ao IIP para participar todos os anos”.

Para as crianças, tudo é festa! “Eles adoram, porque é uma atividade diferente. As brincadeiras com os monitores são desenvolvidas e orientadas para trabalhar a preservação do meio ambiente. Por ser uma escola rural, temos um amplo espaço, então, dá para fazer bastante coisa”, afirma a diretora.

O PEA
Realizado nos municípios de Luiz Antônio e Mogi Guaçu, o projeto leva estudantes para uma aula dentro de uma unidade da IP. No local, eles aprendem as principais etapas envolvidas na fabricação da celulose e do papel, além da interação deste processo com o meio ambiente. As visitas ao programa ocorrem semanalmente, durante todo o ano.

Inicialmente, o projeto foi criado com foco em alunos e professores do Ensino Fundamental, mas com o passar do tempo, passou a receber também alunos do Ensino Infantil e Médio, assim como de educação especial, idosos, graduandos e pós-graduandos da área de meio ambiente, entre outros.

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *