IIP profissionaliza 40 jovens em 2015

A oportunidade de entrar no mercado de trabalho está virando realidade para jovens da região de Mogi Guaçu e Luiz Antônio, no interior paulista. Nos dias 8 e 9 de dezembro, o Instituto International Paper realizou as cerimônias de formatura das turmas do Projeto FORMARE. Ao todo são 40 formandos que completaram o curso e agora possuem o certificado de Assistente de Produção da Indústria de Processo, emitido pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Imagem12O curso com duração de 10 meses é integral e ministrado por profissionais da IP, que voluntariamente se tornam educadores. Segundo Gláucia Faria, Coordenadora de Responsabilidade Social da International Paper, o projeto é essencial para inclusão social e profissionais dos jovens. “Queremos formá-los como cidadãos e contribuir para a formação de valores e criar oportunidades de vida. Queremos encaminhá-los para o mercado de trabalho com uma boa formação técnica e ética”, disse.

Imagem9Esse foi o sexto anodo projeto na International Paper, desenvolvido pela Fundação Iochpe (franquia social). O curso de capacitação já formou mais de 250 jovens, nas unidades da IP de Mogi Guaçu, Luiz Antônio e Três Lagoas.

Para concorrer à vaga, são necessários alguns pré-requisitos, como: cursar o 2º e 3º ano do Ensino Médio em escolas públicas, ter renda familiar de até um salário mínimo, boa colocação na prova e na entrevista eliminatória, não ser filho de funcionário da IP e residir nas comunidades ao redor das fábricas.

Para Tomás Fernandes, Analista de Responsabilidade Social da IP e responsável pelo projeto FORMARE em Mogi Guaçu, os jovens plantam hoje aquilo que irão colher. “Os 20 jovens de cada unidade foram escolhidos por mérito e nosso desejo é que eles façam uma boa viagem durante o curso. Buscamos o brilho nos olhos para que eles possam fazer o que quiserem da vida deles”, enfatiza.

Imagem5

Este post também está disponível em: Inglês

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *