Formare realiza processo seletivo para turmas de 2018

O número de inscritos este ano chegou a quase 400

Lançado em 2010 pelo Instituto International Paper e BAT5766desenvolvido pela Fundação Iochpe, o Projeto Escola Formare chega à sua nona edição. Foram aproximadamente 400 inscritos para o processo seletivo para uma concorrência de 7,96 de candidato por vaga.

Neste ano, a disputa maior foi em Mogi Guaçu (SP), que de 20 vagas ofertadas foi para 24 e recebeu 235 inscritos. Em segundo lugar, está Três Lagoas (MS), que obteve 7,4 candidatos por vaga. Por último, Luíz Antônio (SP) com 89 estudantes disputando 16 lugares.

Como funciona o processo seletivo?   A primeira etapa é a inscrição, depois disso os candidatos realizam provas de Língua Portuguesa, Matemática e Redação. Segue para a terceira fase os aprovados, que participam de dinâmicas em grupo. O momento expõe situações do dia a dia, que possibilitam aos recrutadores conhecer e identificar o perfil dos futuros alunos.

Além de participarem de uma entrevista individual, os selecionados recebem uma visita domiciliar feita pela equipe do Instituto IP. O objetivo é conhecer a família do candidato para verificar os requisitos socioeconômicos e confirmar as informações prestadas ao longo da seleção. Só podem concorrer, jovens de baixa renda que concluíram o Ensino Médio na rede pública da região onde o projeto atua.

O que acontece de agora em diante? – Os 50 jovens aprovados passam por uma formação profissional com duração de 9 meses. Neste tempo, eles aprendem sobre o mercado de trabalho e as particularidades do processo de fabricação de papel e celulose.

A grade curricular é bastante similar à do Ensino Médio, com Matemática, Física, Química e Inglês. No entanto, as principais matérias dessa formação abrangem comunicação e relacionamento, organização industrial e manutenção eletromecânica.

As atividades do projeto são ministradas por educadores voluntários (EV’s). Tratam-se de profissionais da International Paper, que se dedicam a compartilhar conhecimento e reservam um tempo para a elaboração das aulas, que estão previstas para iniciarem em março de 2018.

Desde 2010, o Formare já profissionalizou em média 300 jovens. Ao final do curso, todos recebem o diploma de formação profissional emitido pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>