Disputa do Formare IP supera dez candidatos por vaga

Ao todo foram 546 inscritos para as 50 vagas oferecidas. Concorrência foi maior em Três Lagoas (MS).

Formare

Desde 2010, jovens de baixa renda que concluíram o Ensino Médio na rede pública da região de Mogi Guaçu e Luiz Antônio (SP) ou de Três Lagoas (MS) podem se inscrever no processo seletivo do Projeto Escola Formare da International Paper. O programa de educação profissional, coordenado pelo Instituto International Paper, chega à sua oitava edição com uma concorrência de vestibular. No total, a relação foi de 10,92 candidatos por vaga.

Neste ano, a localidade mais concorrida foi Três Lagoas (MS). O número de inscritos para uma das dez vagas oferecidas no município sul-mato-grossense foi de 185, gerando a maior relação candidato/vaga, com mais de 18 jovens na disputa por uma mesma colocação.

Mogi Guaçu foi a segunda localidade mais concorrida. Com 215 inscritos e uma oferta de 20 vagas no curso, a relação foi de 10,75 candidatos/vaga. Além do próprio município, Luiz Antônio abre inscrições para moradores de Guatapará, São Simão e Santa Rosa de Viterbo. Nesta unidade, a relação de candidatos por vaga foi de 7,3, com 146 estudantes disputando as 20 vagas oferecidas.

Processo seletivo –  Após se inscreverem no processo seletivo pelo site do IIP, os candidatos partiram para a realização das provas de Língua Portuguesa, Matemática e Redação. Os aprovados, seguiram para a terceira fase, quando participaram de uma dinâmica de grupo,  momento em que foram expostos a situações que possibilitassem aos recrutadores começar a conhecer e identificar o perfil dos candidatos.

Na fase seguinte, os candidatos selecionados participaram de uma entrevista individual e, pela primeira vez, tiveram a oportunidade de fazer um tour pela fábrica na localidade em que disputam a vaga. A última rodada do processo seletivo foi a visita domiciliar realizada pela equipe do IIP com objetivo de conhecer a família do candidato, verificar os requisitos socioeconômicos e confirmar informações prestadas ao longo da seleção.

Agora, os 50 jovens aprovados passam por uma formação profissional com duração de dez meses, em que aprendem sobre a dinâmica do mercado de trabalho e as particularidades do processo de fabricação de papel e celulose. As atividades Projeto Escola Formare são realizadas por educadores voluntários (EVs), profissionais da International Paper que se dedicam a compartilhar conhecimento e reservam um tempo da agenda para a elaboração de aulas para os alunos do programa.

A grade curricular inclui disciplinas da grade curricular comum ao Ensino Médio, como matemática, física, química e inglês; mas o foco principal é na formação profissional, abrangendo disciplinas como comunicação e relacionamento, organização industrial, manutenção eletromecânica, produção de celulose e papel, além das práticas profissionais que visam a atender as demandas práticas de formação dos alunos.

Este ano, as três turmas do Formare IP seguirão o mesmo cronograma e as aulas estão previstas para iniciarem no dia 7 de março. Ao final do curso, além da bagagem de conhecimento, os alunos já saem com um diferencial no currículo: o diploma de formação profissional, emitido pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Este post também está disponível em: Inglês

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *