Cidade do Livro fecha o ciclo na IP e espera atender 51 mil crianças

DSC_6593

Desde 2009 na IP, projeto inicia sua última etapa em Rio Verde (GO), com expectativa de beneficiar mais de seis mil alunos, de 6 a 10 anos de idade

Depois de passar pelas cidades de Mogi Guaçu (SP), Luiz Antônio (SP), Três Lagoas (MS), Ribeirão Preto (SP), Suzano (SP), Paulínia (SP), Franco da Rocha (SP), Itapeva (SP) e Manaus (AM), chega a vez de Rio Verde (GO) receber a Cidade do Livro Itinerante, projeto coordenado pelo Instituto International Paper que percorreu as unidades da IP nos últimos sete anos, mostrando a crianças do Ensino Fundamental o mundo mágico da literatura. A cidade goiana será o último destino do projeto pelo IIP e a expectativa é atender cerca de seis mil crianças somente no município.

A Cidade do Livro Itinerante desembarca em Rio Verde no dia 22 de agosto (segunda-feira) e fica por lá até o dia 2 de setembro (sexta-feira). No dia 28/08 (domingo), haverá uma sessão exclusiva para os filhos de profissionais da IP.

Nestes sete anos em que percorreu as unidades da International Paper, o projeto beneficiou 45.994 crianças em nove municípios, em três estados diferentes. Ao chegar em Rio Verde, além de somar mais um estado atendido, a Cidade do Livro Itinerante tem um grande objetivo: “encerrar com mais de 51 mil crianças beneficiadas”, revela Sabrina Tenello, Analista de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da International Paper.

Uma viagem pela literatura – As crianças que visitarem a Cidade do Livro em Rio Verde encontrarão um lugar que deixa a imaginação voar mais longe. Ao atravessar o portal, formado por livros gigantes, elas conhecerão o Sr. Prefeito e sua secretária, D. Maricota, que apresentarão a cidade e falarão sobre o universo dos livros.

As crianças também participam de atividades relacionadas a reciclagem e ouvem as histórias da Vó Cotinha, em um ambiente cercado de diversão e conhecimento, além de aprenderem mais sobre a importância da alimentação saudável e da higiene de maneira lúdica e interativa.

“Para nós, é recompensador poder colaborar de alguma forma para o incentivo da literatura na infância, pois a formação de leitores deve acontecer desde cedo, de maneira prazerosa, para além das obrigações escolares”, finaliza Gláucia Faria, Gerente de Responsabilidade Social Corporativa e Sustentabilidade da International Paper.

 

Este post também está disponível em: Inglês

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *