Cerflor segue padrões internacionais de sustentabilidade

Além do FSC, os produtos IP seguem as normas brasileiras do Cerflor. Conheça

cerflor

Ligado ao Inmetro, o Programa Brasileiro de Certificação Florestal (Cerflor) é o resultado de um trabalho de diversas instituições nacionais que se uniram para estabelecer critérios para um manejo florestal sustentável. A mobilização em torno de uma certificação nacional que seguisse os parâmetros da sustentabilidade de maneira ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável, começou em 1996 a partir de uma parceria da SBS – Sociedade Brasileira de Silvicultura –  com entidades do setor, instituições de ensino e fomento à pesquisa, além de organizações não-governamentais.

O Cerflor se conspapel-sulfite-1000-folhas-brancas-a4-marca-chamex-office-188911-MLB20678011465_042016-Folidou anos mais tarde, em 2002, e é reconhecido internacionalmente pelo Program For the Endorsement Of Forest Certification (PEFC). Assim como o FSC, o Cerflor tem duas vertentes: o manejo florestal e a cadeia de custódia, responsável pelo monitoramento da cadeia produtiva em todas as suas etapas, para garantir os parâmetros de sustentabilidade estabelecidos pelas certificações.

“Os requisitos do FSC e do Cerflor não são muito diferentes um do outro. E aqui na IP temos as duas certificações, tanto para a área de manejo florestal, como para a cadeia de custódia”, diz a Coordenadora de Excelência em Manufatura.  Toda empresa que trabalha com qualquer tipo de produto de origem florestal pode obter as certificações FSC e Cerflor, desde que cumpra os requisitos exigidos. Isso vale para produtos como lápis, papel, mobiliário, entre outros.

O Papel do Instituto International Paper – Embora as certificações estejam no âmbito técnico dos negócios, é possível mostrar à comunidade os esforços das empresas no desenvolvimento sustentável. Prova disso são as ações socioeducativas mantidas pelo Instituto International Paper, como o PEA – Programa de Educação Socioambiental, que tem como objetivo mobilizar as escolas das regiões próximas às unidades da IP para desmistificar algumas questões relacionadas à produção de papel e às florestas plantadas. Durante o PEA, monitores abordam a questão da produção sustentável de papel e promovem dinâmicas para mostrar a importância do reflorestamento. Neste dia, as crianças ficam por dentro das ações de sustentabilidade desenvolvidas pela empresa dentro de suas florestas plantadas.

Além do PEA, outro projeto desenvolvido pelo Instituto International Paper que envolve o manejo florestal é o Apicultura Solidária, realizado em parceria com cooperativas de apicultores das regiões de Mogi Guaçu e Luiz Antonio, responsáveis pela instalação de caixas-iscas dentro da floresta no período de florada. Todo o mel produzido é comercializado e a renda é revertida aos apicultores locais destas cooperativas. “Trabalhar a sustentabilidade, com foco na promoção de ações educacionais, favorecendo também as comunidades locais, faz parte da missão do Instituto. Por isso, é muito importante conscientizar as pessoas sobre o retorno que as empresas podem trazer para a sociedade ao trabalhar de maneira socialmente responsável, transformado a vida das pessoas”, explica Gláucia Faria, Coordenadora de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da IP.

Conheça as etapas para obtenção do selo FSC – Forert Stewardship Council, clicando aqui.

 

 

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>