Alunos de Três Lagoas participam do projeto Natureza e Corpo

Na sexta-feira (27/11), as crianças das Escolas Parque São Carlos e Joaquim Marques se divertiram, aprenderam e colocaram em prática todos os ensinamentos que tiveram sobre sustentabilidade com o encerramento do ciclo de atividades do projeto Natureza & Corpo, na cidade de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul. O projeto tem como proposta colocar as crianças em contato com o meio ambiente, estimulando a cultura de plantação de ervas.

No encerramento, os jovens participaram de um workshop em que foram apresentados os resultados obtidos ao longo do ano, completando a série de atividades auxiliadas pelos profissionais da International Paper em parceria com a Secretaria de Educação da cidade.

PDT_(75)

Para Gláucia Faria, coordenadora de Responsabilidade Social Corporativa da International Paper, o projeto é um convite para os jovens refletirem e buscarem soluções para melhorarem o entorno. “Nossa proposta é debater junto com esses jovens a importância da preservação do meio ambiente e, ao mesmo tempo, contribuir com o desenvolvimento da comunidade local” comenta.

Durante todo o ano, o projeto Natureza e Corpo desenvolveu uma série de atividades, entre elas a implantação de um canteiro de ervas no formato de um corpo humano, com cidreira, alecrim, hortelã, gengibre, poejo, orégano, manjericão, erva doce, arnica, boldo, quebra pedra, babosa, entre outras. Essa ação foi proposta para que as crianças e seus familiares pudessem usufruir dos benefícios da horta, tendo assim uma alimentação mais saudável e preventiva e para que eles sejam também os multiplicadores de conceitos e práticas de conservação ambiental.

PDT_(216)

Gabriel Ramos de Lima, Analista de Responsabilidade Social da IP e responsável pelo projeto Natureza e Corpo na cidade de Três Lagoas, enfatiza que um dos eixos do projeto é o de ervas medicinais, onde os alunos aprendem sobre a manutenção do solo e quais benefícios que a terra pode ter para a saúde e para a alimentação. “Um dos pontos chave do projeto é despertar o aluno para que ele possa também ter uma ação positiva em relação à própria escola e à comunidade em que ele mora”, ressalta.

O projeto, que ocorre desde 2013, impactou 1.800 pessoas neste ano, com a participação direta de 400 alunos das escolas Joaquim Marques e Parque São Carlos. Outras pautas desenvolvidas foram a conscientização socioambiental e o protagonismo juvenil, que dão aos jovens orientação sobre as medidas sustentáveis que previnem danos ao meio ambiente.

PDT_(236)

PDT_(241)

No dia 18 de novembro, cerca de 40 alunos do projeto participaram de uma ação social no Lar de Velhos, que fica em Três Lagoas, para entregar mantimentos, tirar dúvidas sobre o plantio e para dar mudas que serão plantadas na instituição. “Esse ano, fizemos um diagnóstico com os alunos, e isso foi muito positivo, pois eles definiram que essas atividades precisariam ocorrer também fora da escola. A visita ao lar de idosos foi uma vontade que surgiu dos próprios alunos”, enfatiza Gabriel

De acordo com Caio Fernandes, estagiário da International Paper, a visita proporcionou aos alunos uma troca de experiência sobre a utilização das ervas para funções medicinais. “Na visita, um grupo de teatro da cidade foi convidado para participar do programa e os alunos levaram violão para cantar e compartilhar momentos preciosos”, disse.

PDT_(201)
O maior bem que a gente tem é saber que os alunos estão aprendendo algo que eles vão carregar para a vida inteira”, ressalta o responsável pelo projeto em Três Lagoas, Gabriel Ramos de Lima.

PDT_(202)

Confira um pouco do que aconteceu na visita no vídeo abaixo:

Este post também está disponível em: Inglês

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *