“Alimentação Saudável” norteia os concursos do ESA

criança_alimentaçao saudavel

A edição de 2016 do ESA (Projeto de Educação Socioambiental) do Instituto International Paper leva para as escolas um tema muito discutido em diversos âmbitos, inclusivo pela Organização das Nações Unidas: a alimentação saudável.

O 41º Concurso de Redação levará os alunos dos últimos anos do Ensino Fundamental (5º e 9º) e os alunos do 3º ano do Ensino Médio a refletirem sobre como a alimentação saudável pode contribuir para um mundo mais sustentável.

Workshops para educadores e alunos

Aos gestores de escolas e professores, o Instituto reserva o 11º Concurso Literário, que traz o mesmo tema para os profissionais, que passaram por workshops para atuarem como multiplicadores dentro e fora da sala de aula, afinal, uma alimentação adequada contribui para a longevidade das pessoas, algo que se aprende em casa, na escola e nos acompanha ao longo da vida.

O conteúdo dos workshops será ministrado aos alunos, que terão subsídios para escrever suas redações, aliando o conhecimento aprendido sobre o uso da norma culta da língua portuguesa à estruturação de ideias e argumentos na forma de texto. Desta forma, o Concurso de Redação do ESA auxilia os estudantes a estruturarem um pensamento crítico e analítico acerca de assuntos que fazem parte do cotidiano.

Alimentação saudável na pauta da ONU

leguminosasAo eleger 2016 como o “Ano Internacional das Leguminosas”, a ONU traz à tona a questão da sustentabilidade alimentar em todo o planeta. Como trazer qualidade de vida e saúde para mais de seis bilhões de pessoas, reduzindo impactos ambientais na produção de alimentos, garantindo refeições de alto valor nutricional e baixo custo?  Este um dos desafios que as Nações Unidas levam aos governos.

“Todos os anos, procuramos temas atuais para levar às escolas, pois entendemos que uma boa educação combina os assuntos já tratados na grade escolar com assuntos que fazem parte do cotidiano. Quando temos um cenário crescente de obesidade no País e a ONU traz a discussão para o âmbito governamental, era essencial trabalharmos esta proposta”, avalia Gláucia Faria, Gerente de Responsabilidade Social da International Paper.

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *