Ciência comprova: quem faz um trabalho voluntário é mais feliz

Quem nunca ouviu a frase: “É dando que se recebe”? Pois bem, um estudo da Universidade de Michigan (EUA) comprovou, cientificamente, que quem faz um trabalho voluntário ganha muito em bem-estar e felicidade.

A pesquisa revelou que pessoas dispostas a doar seu tempo para um trabalho voluntário vivem em média quatro anos mais, segundo a universidade americana.

Já o pesquisador, Allan Luks, autor do livro “The Healing Power of Doing Good” (O Poder Curativo de Fazer o Bem, sem tradução para o português) afirma que pessoas que praticam o bem têm mais qualidade de vida. “Quem realiza pelo menos quatro horas de trabalho voluntário por mês tem dez vezes mais chances de ter uma boa saúde do que quem não voluntaria”, disse Luks.

Isso porque o voluntário vivencia um poderoso sentimento de satisfação, resultado da diminuição do stress e da liberação de endorfinas, neurotransmissores que provocam sensação de felicidade. A pessoa se sente valorizada, útil, com boa autoestima.

Luks fez seu estudo com mais de 3.300 voluntários. Aqueles que ajudavam regularmente informavam dez vezes mais que havia melhorado sua saúde do que aqueles que só trabalhavam como voluntários uma vez por ano.

Entretanto, especialistas afirmam que o contato pessoal é importantíssimo; doar dinheiro ou roupas não proporciona a mesma “sensação de bem-estar”.

São inúmeros os benefícios do trabalho voluntário para quem o realiza:

 

  • Melhora a saúde mental e física
  • Cria novas amizades
  • É um passatempo
  • Proporciona prazer
  • Mantém a pessoa ativa
  • Desenvolve suas habilidades
  • Permite adquirir novos conhecimentos
  • Aumenta as chances de conseguir um trabalho pago

Se animou? Então, fica de olho nos nossos projetos e participe!

Este post também está disponível em: Inglês

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *