Alunos do Formare homenageiam voluntários e família em formatura

Cerimônias ocorreram nos dias 13, 14 e 19 de dezembro

Dezembro encerrou as atividades do Formare IP, trazendo a sensação de dever cumprido e lembranças, que deixarão saudades nos 46 alunos concluintes do curso em Mogi Guaçu (SP), Luís Antonio (SP) e Três Lagoas (MS).

Mogi Guaçu _MG_0031– Os 19 alunos da unidade abriram as festividades de formatura no dia 13 de dezembro. A cerimônia destacou o trabalho dos educadores voluntários (EVs) José Carlos Alexandre Barbosa, eleito o EV destaque e conselheiro da turma, e do paraninfo Jhonathan Pimenta, reconhecido pelo empenho e pela relação de amizade estabelecida com os jovens.

 O orador escolhido pelos alunos de Mogi Guaçu foi Gustavo Borges, que agradeceu aos colegas pela parceria durante os meses do Formare, além de reconhecer o trabalho dos voluntários. O formando fez uma breve homenagem a todos os familiares presentes no Espaço Gênesis, local escolhido para a cerimônia.

 Luiz Antônio –  No dia seguinte (14), foi a vez da turma da unidade de Luiz Antônio (SP). Os 17 formandos se reuniram no Espaço Indaiá, no município de Ribeirão Preto (SP), para celebrar o término de uma etapa e o início de um novo futuro profissional.

A oradora, Júlia Souza, falou sobre o aprendizado de toda a equipe ao longo do ano e agradeceu às oportunidades que o projeto lhe proporcionou e os amigos que fez. A formanda Rafaela Duarte fez o discurso de homenagem aos voluntários e o estudante Marcelo Alves agradeceu, em nome de toda a turma de 2017, pelo apoio das famílias durante o Formare.

A trainee Gabriella Pavanelli foi eleita a “revelação” entre os EVs de Luiz Antônio. Pela primeira vez no Formare, a responsável pela disciplina de Fundamentação Numérica, agradeceu a oportunidade e o aprendizado que conquistou ao lado dos alunos. O EV Claudecil Prado foi o veterano destaque da noite; ele atua no projeto desde a primeira turma, em 2011, e acompanha o crescimento, não só dos alunos ano a ano, mas do Formare IP, como instrumento de transformação na vida de jovens da região.

Além de Gabriella e Claudecilimage006, o Supervisor Administrativo, Wagner Cortez, também foi homenageado. Responsável pela disciplina de Meio Ambiente e Organização Empresarial, ele atuou como tutor no programa Mire-se no Exemplo, em que os executivos escolhem um dos alunos para acompanhamento individual. Além disso, o profissional separou um tempo para reuniões pontuais com cada aluno do projeto. Por esse motivo, a turma de Luiz Antônio o elegeu EV Amigo da Turma.

Três Lagoas – No mato Grosso do Sul, a cerimônia ocorreu no 19 de dezembro no espaço Triunfo Eventos. A aluna Natalya Moreira foi a oradora e representou os 10 alunos da unidade. Ela agradeceu a dedicação dos EVs e a troca de conhecimento com os colegas de turma. Cleisla Martins destacou a dedicação dos Educadores Voluntários, representados por Otávio Rodrigues, escolhido como conselheiro da turma.

A aluna Juliane Ribeiro fez o reconhecimento ao trabalho do paraninfo de Três Lagoas, Helder Carvalho, escolhido como padrinho pelo bom relacionamento com a turma de 2017. Para agradecer às famílias, os alunos escolheram o colega, Lincoln Batista. Os homenageados da noite fizeram a entrega dos diplomas e levaram palavras de incentivo aos jovens para que continuem se aprimorando nos estudos para avançar na trajetória profissional. O evento foi prestigiado pelas lideranças locais da IP, pela presidente do Instituto, Leandra Ferreira Leite, e pela gerente de Responsabilidade Social, Gláucia Faria.

Professores e alunos cultivam hortas e aderem ao consumo de alimentos orgânicos em escolas públicas no RS

Ao todo, 8 instituições aderiram ao projeto. A meta é alcançar 19 escolas em 2018

Divulgação: G1

Divulgação: G1

Plantar, cuidar e colher alimentos orgânicos da horta, para consumir durante a refeição escolar e ainda levar para a casa. Essa é a proposta do Projeto Educação & Sustentabilidade em Carazinho, no norte do Rio Grande do Sul, que teve a adesão de oito colégios públicos e chega ao final do seu primeiro ano.

A iniciativa do professor Rodrigo Berté consiste na criação e manutenção de hortas mandalas (circulares e de cultivo variado) em escolas públicas. Para isso, os professores foram capacitados para tratar de temas como educação ambiental nas salas de aula. O objetivo é ensinar os alunos a cuidar melhor do meio ambiente.

O benefício é que os produtos plantados são orgânicos e usados na merenda escolar dos estudantes. Dentro das instituições, foram desenvolvidas unidades de compostagem de resíduos. A ação conta com a parceria da Promotoria Especializada do Meio Ambiente do município, do Centro Universitário Internacional (Uninter) e da Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

De acordo com o idealizador do projeto, em algumas escolas, os benefícios foram além de uma alimentação mais saudável. O consumo de água e energia elétrica reduziu em 25% ao longo do ano.

Uma missão – Economia de água e energia para um mundo mais sustentável é um compromisso para o Instituto IP. Em 2017, só com o Projeto Guardiões das Águas foi possível reduzir o desperdício hídrico, em escolas na região de Luiz Antônio (SP). As instituições vencedoras do puderam construir cisternas para a captação e o reaproveitamento da água da chuva, gerando economia nas contas.

Mas não para por aí. O Natureza e Corpo, programa que trabalha com o conceito de horta em ambiente escolar, realizou a sua primeira colheita em outubro e beneficiou centros de apoio a pessoas em situação de rua de Três Lagoas (MS). Cerca de sete quilos de verduras foram colhidos e recebidos pela secretária de Assistência Social, Vera Helena, em um evento especial na Escola Joaquim Marques de Souza.

O relatório de sustentabilidade da IP revela as boas práticas da empresa em diferentes indicadores, como: preservação e economia de recursos naturais, segurança do trabalho, gestão de pessoas, ações na comunidade, entre outros. Você pode acessá-lo em http://relatorio.institutoip.com.br/2016/index.html.

Conheça mais detalhes sobre o projeto.

Crianças de olho na segurança

Edição especial do Programa de Educação Ambiental aproximou filhos de profissionais do tema

_MG_1514-2Segurança para a International Paper é um valor. Por esse motivo, a empresa trabalha fortemente para garantir o comportamento seguro de suas equipes, dentro e fora da empresa. Pensando nisso, o Instituto IP promoveu uma edição especial do PEA – Programa de Educação Ambiental – envolvendo os filhos dos profissionais com o tema segurança.

Na unidade de Luiz Antônio (SP), as atividades foram realizadas no dia seis de dezembro, com a participação de aproximadamente 40 crianças. Durante um dia inteiro, os pequenos participaram de dinâmicas, que trabalharam não só a preservação da flora e da fauna, assunto tradicional do PEA, como também as questões que envolvem a segurança no trabalho e no ambiente doméstico.

De forma leve e divertida, o Instituto IP incluiu na programação uma peça de teatro, que abordou situações de risco em casa e em outros ambientes. As crianças também participaram de atividades lúdicas sobre segurança, uso de EPI – Equipamentos de Proteção Individual – e aprenderam o que fazer para evitar acidentes. A atenção e o cuidado são fundamentais. É a lição número 1.

“Esta é uma das formas de aproximar as famílias das atividades da empresa e de trabalhar temas como sustentabilidade e preservação ambiental de forma lúdica”, afirmou Fernanda Franco, coordenadora do projeto.

Em Mogi Guaçu (SP), as atividades serão realizadas nos dias 20 e 21 de dezembro, com a participação de 88 crianças. Em janeiro de 2018, será a vez dos filhos de profissionais da unidade de Três Lagoas (MS).

Formare Luiz Antônio: conheça os aprovados para 2018

05-formare1

RESULTADO PROCESSOSELETIVO FORMARE 2018 – INTERNATIONAL PAPER – UNIDADE DE LUIZ ANTÔNIO, SP

Confira abaixo a lista de aprovados no processo seletivo do Formare para unidade da International Paper em Luiz Antônio.

APROVADOS FORMARE 2018 – LAN

AMANDA MELO DA SILVA

ANA CAROLINA FAGUNDES DA SILVA ARAÚJO

ANTONIO MESSIAS RIBEIRO DOS SANTOS

BIANCA HELENA SILVA

DANIELE GABRIEL DOS SANTOS

DAVID JARDIM DA SILVA

DIEGO RODRIGO DOMINGOS DE SOUZA

GABRIEL RICARDO ROMANO DE GODOY

INELISE LAURA DA CRUZ FERREIRA

INGRID DA SILVA FELIX

JOÃO VITOR PEREIRA DA SILVA

LAURA LIMA ALVES FERREIRA

LUIZ GUILHERME MONTANHA VITORIO

PABLO FERNANDO DOS SANTOS ALVES

PATRICK TRINDADE VIANA

SIMEÃO CARLOS FRANCISCO

Documentos que deverão ser providenciados para admissão dos alunos Formare:

Todos os aprovados:

1 foto ¾, recente;

1 cópia do RG;

1 cópia do CPF;

1 cópia da Certidão de Nascimento;

1 cópia de Comprovante de endereço (conta de luz, água ou telefone);

1 cópia do cartão do SUS;

Declaração original de conclusão do Ensino Médio ou declaração de matrícula no 3º ano do Ensino Médio;

Carteira de vacinação original.

Apenas aprovados menores de idade:

1 cópia do RG dos Pais e/ou Responsável;

1 cópia do CPF dos Pais e/ou Responsável;

1 Comprovante de endereço dos Pais e/ou Responsável (apenas se o aluno não residir na mesma casa);

OBS: Os documentos deverão ser entregues na data do exame admissional.

Em breve entraremos em contato para marcar a data do exame médico e entrega dos documentos pessoais. Fique atento e caso tenha alguma dúvida, entre em contato com Gabriela Oliveira pelo 16 3986 9076.

Formare Mogi Guaçu – aprovados para visita domiciliar

05-formare1

Estamos chegando na reta final! Confira abaixo os candidatos aprovados para a última fase do processo seletivo do Formare International Paper – unidade Mogi Guaçu/SP.

As visitas domiciliares acontecerão na semana de 26/12 a 29/12 no município de Mogi Guaçu. Nessa etapa o foco da equipe do Formare é conversar com os pais e responsáveis dos candidatos.

ALAN SILVA DOS SANTOS JUNIOR
AMANDA ROBERTA CORREA RANGEL
BIANCA HELENE DA SILVA
CLAUDIA GISLENE GONÇALVES DOS SANTOS
DIANDRA MARIA ROBERTO DIAS
EVANDRO HENRIQUE LOPES
EVELIN DE JESUS MENDES
EVELIN OLIVEIRA GONÇALVES
FABIANA FERNANDA CAVENAGHI
FRANCIELY CRISTINA DA SILVA
GABRIEL CAVALCANTE SANTOS
GABRIELA VITORIA DE OLIVEIRA
GABRIELE REZENDE
GRAZIELI MARIANA PEDRO
GUSTAVO ALVES DA SILVA
JAQUELINE SILVA SANTON
KAREN CRISTINA SERAFIM
KEREN RAQUEL TOLEDO PIZA
LEANDRO ROSA DE OLIVEIRA
LEONARDO JOSÉ DA SILVA
LUANA GABRIELE MACHADO
LUANA SOUZA QUEIROZ
LUARA TENÓRIO BRANDÃO
LUCAS CARVALHO DOS SANTOS
MARCOS ANTONIO SOARES
MARINA GASPAR DE ARAÚJO
MIKAELA ALANA NAJLA DINIZ ANDRADE
NATHALIA FERREIRA OLIVEIRA
NATHAN DOS SANTOS SAMPAIO
NATHAN PHELIPE CHAVARI ROSSI
PABLO ALEXSANDER RODRIGUES
PAMELA VICTORIA DA SILVA SABINO
PEDRO OTAVIO FRALEONE
VIVIANE APARECIDA ALVES PRADO

Estação de compostagem é instalada em escola pública no Rio Grande do Sul

compostagem_genericaTrabalhar os conceitos de sustentabilidade no ambiente escolar pode trazer bons resultados. Prova disso, é uma ação que ocorreu em Porto Alegre (RS) e resultou em uma estação integrada de compostagem e um espaço revitalizado em um colégio público na capital gaúcha. A iniciativa faz parte do projeto de extensão Eco Educadores, desenvolvido pelo Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter).

As alunas Natália Nunes Magalhães, 14 anos, e Nathaly Vitória Silva de Souza, 13 anos, participaram das oficinas do projeto e quiseram colocar suas ideias em prática na Escola Estadual de Ensino Fundamental Almirante Álvaro Alberto da Motta e Silva, no bairro de Santa Tereza. Participaram da revitalização, professores, alunos, voluntários e servidores do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU).

Para criar o espaço revitalizado, a comunidade transformou o do teto de uma parada de ônibus em canteiro para as plantas e tocos de árvores foram uteis para a criação de bancos e paletes. Materiais que seriam descartados tiveram utilidade na criação da composteira. O espaço, antes repleto de lixo, recebeu plantas e grafites.

O estímulo para a conscientização do meio ambiente não para por aí. Outras duas escolas também fazem parte do projeto Eco Educadores e alunos entre 10 e 14 anos visitam a UniRitter, para participar de oficinas e workshops sobre educação ambiental e sustentabilidade. As pessoas e instituições que aderem à estação integrada de compostagem, conseguem reduzir em até 80% a disposição no resíduo domiciliar — explica a responsável pela Coordenação de Gestão e Educação Ambiental (CGEA) do DMLU, Patrícia Antunes Russo.

IIP como protagonista – Temas como economia de recursos e questões ambientais são sempre trabalhados pelos programas do Instituto International Paper, cuja missão é fomentar o desenvolvimento educacional e socioambiental com foco em crianças e adolescentes, visando a transformação de vidas.

Entre os projetos, Guardiões das Águas desenvolve campanhas que conscientizam e incentivam o uso racional dos recursos hídricos. O público-alvo são crianças e adolescentes que, por meio das ações, conseguem melhorar práticas do dia a dia e contribuir para a economia de água em casa e na comunidade onde vivem.

Agora, o Natureza e Corpo trabalha a questão da sustentabilidade alimentar, em Três Lagoas no Mato Grosso do Sul. Para isso, as escolas participantes cultivam uma horta comunitária para uma alimentação mais saudável e preventiva.

Ambos os projetos proporcionam a conscientização ambiental na prática, beneficiando o meio ambiente e o planeta Terra.

Confira a matéria na íntegra e saiba mais sobre o projeto.

 

 

Formare capacitou aproximadamente 50 jovens para o mercado de trabalho em 2017

O objetivo do projeto é a transformação social por meio da educação de jovens

Turma de Mogi Guaçu

Turma de Mogi Guaçu (SP)

Somente no ano de 2017, o Projeto Formare capacitou cerca de 50 jovens para o mercado de trabalho. O projeto está na IP desde 2010 e é uma parceria com a Fundação Iochpe. Os alunos ingressaram no curso por meio de seleções criteriosas, entre provas, dinâmicas e entrevistas. Todos os estudantes são de comunidades vizinhas aos negócios da International Paper nas cidades de Luiz Antônio (SP), Mogi Guaçu (SP) e Três Lagoas (MS).

“Mais do que capacitar jovens em vulnerabilidade social, nós estamos ajudando a modificar a base familiar. Nós acreditamos que ao manter esse projeto dentro das nossas unidades fabris estamos transformando a vida das pessoas por meio do exemplo, da educação e mostrando um cenário de oportunidades”, afirmou Tomás Fernandes, coordenador do projeto.

Durante nove meses, de segunda a sexta-feira, as aulas foram ministradas voluntariamente pelos profissionais da IP – conhecidos como Educadores Voluntários. O projeto também contou com a participação de executivos que ocupam cargos de liderança e ofereceram tutoria aos alunos por meio do programa “Mire-se no Exemplo”.

Turma de Três Lagoas (MS)

Turma de Três Lagoas (MS)

“Os alunos são talentos descobertos e podemos lapidá-los, é gratificante! Sabemos que isso só é possível pela estrutura que o Formare proporciona para cada um. Os jovens passam a ter outra percepção da vida profissional e pessoal”, declarou Gabriella Pavanelli, trainee da IP, também Educadora Voluntária do Formare.

Prática Profissional

Além de aulas teóricas, os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer os processos de produção de papel e celulose durante a Prática Profissional, onde foram monitorados por profissionais da IP e puderam aplicar a teoria aprendida em sala de aula.

Além disso, no fim do curso, os estudantes receberam um certificado reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), emitido pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Turma de Luiz Antônio (SP)

Turma de Luiz Antônio (SP)

“O Formare me transformou em uma pessoa melhor!  Ele colaborou para o meu desenvolvimento pessoal e profissional, me tornando uma pessoa mais comunicativa. Hoje sei o valor do trabalho em equipe e por meio da Prática Profissional escolhi a carreira que quero seguir. O Formare também me mostrou como os estudos são importantes e fazem parte da realização dos meus objetivos”, comemorou Mileny Nomura, de 19 anos, aluna do Formare 2017.

Em 10 anos de Instituto International Paper, o Formare IP capacitou mais de 300 jovens. O projeto ocorre em Mogi Guaçu (SP) desde 2010, em Luiz Antônio (SP) desde 2011 e em Três Lagoas (MS) desde 2014. As próximas turmas começam em março, nas três unidades.

Formare Mogi Guaçu: aprovados para visita técnica

05-formare1

Confira a lista de aprovados na terceira etapa do processo seletivo do Formare International Paper, na unidade Mogi Guaçu/SP.

A próxima etapa acontece no dia 06/12/2017 (quarta-feira) às 8h, na International Paper.
Endereço: Rodovia SP 340, km. 171 – Mogi Guaçu/SP CEP: 13845-901.

Os aprovados deverão se dirigir para Portaria 1.
Todos deverão comparecer portando calça jeans, sapato fechado (sem salto) e camisa.

AMANDA ROBERTA CORREA RANGEL
BIANCA HELENE DA SILVA
CLAUDIA GISLENE GONÇALVES DOS SANTOS
DIANDRA MARIA ROBERTO DIAS
EVANDRO HENRIQUE LOPES
EVELIN DE JESUS MENDES
EVELIN OLIVEIRA GONÇALVES
FABIANA FERNANDA CAVENAGHI
FABRICIO GOMES DA SILVA
FRANCIELY CRISTINA DA SILVA
GABRIEL CAVALCANTE SANTOS
GABRIELA DA SILVA IGNÁCIO
GABRIELA VITORIA DE OLIVEIRA
GABRIELE REZENDE
GRAZIELI MARIANA PEDRO
GUSTAVO ALVES DA SILVA
JAQUELINE SILVA SANTON
KAREN CRISTINA SERAFIM
KEREN RAQUEL TOLEDO PIZA
LEONARDO JOSÉ DA SILVA
LUANA GABRIELE MACHADO
LUANA SOUZA QUEIROZ
LUARA TENÓRIO BRANDÃO
LUCAS CARVALHO DOS SANTOS
MARCOS ANTONIO SOARES
MARINA GASPAR DE ARAÚJO
MIKAELA ALANA NAJLA DINIZ ANDRADE
NATHALIA FERREIRA OLIVEIRA
NATHAN DOS SANTOS SAMPAIO
NATHAN PHELIPE CHAVARI ROSSI
PABLO ALEXSANDER RODRIGUES
PAMELA VICTORIA DA SILVA SABINO
PEDRO OTAVIO FRALEONE
VIVIANE APARECIDA ALVES PRADO

 

Formare realiza processo seletivo para turmas de 2018

O número de inscritos este ano chegou a quase 400

Lançado em 2010 pelo Instituto International Paper e BAT5766desenvolvido pela Fundação Iochpe, o Projeto Escola Formare chega à sua nona edição. Foram aproximadamente 400 inscritos para o processo seletivo para uma concorrência de 7,96 de candidato por vaga.

Neste ano, a disputa maior foi em Mogi Guaçu (SP), que de 20 vagas ofertadas foi para 24 e recebeu 235 inscritos. Em segundo lugar, está Três Lagoas (MS), que obteve 7,4 candidatos por vaga. Por último, Luíz Antônio (SP) com 89 estudantes disputando 16 lugares.

Como funciona o processo seletivo?   A primeira etapa é a inscrição, depois disso os candidatos realizam provas de Língua Portuguesa, Matemática e Redação. Segue para a terceira fase os aprovados, que participam de dinâmicas em grupo. O momento expõe situações do dia a dia, que possibilitam aos recrutadores conhecer e identificar o perfil dos futuros alunos.

Além de participarem de uma entrevista individual, os selecionados recebem uma visita domiciliar feita pela equipe do Instituto IP. O objetivo é conhecer a família do candidato para verificar os requisitos socioeconômicos e confirmar as informações prestadas ao longo da seleção. Só podem concorrer, jovens de baixa renda que concluíram o Ensino Médio na rede pública da região onde o projeto atua.

O que acontece de agora em diante? – Os 50 jovens aprovados passam por uma formação profissional com duração de 9 meses. Neste tempo, eles aprendem sobre o mercado de trabalho e as particularidades do processo de fabricação de papel e celulose.

A grade curricular é bastante similar à do Ensino Médio, com Matemática, Física, Química e Inglês. No entanto, as principais matérias dessa formação abrangem comunicação e relacionamento, organização industrial e manutenção eletromecânica.

As atividades do projeto são ministradas por educadores voluntários (EV’s). Tratam-se de profissionais da International Paper, que se dedicam a compartilhar conhecimento e reservam um tempo para a elaboração das aulas, que estão previstas para iniciarem em março de 2018.

Desde 2010, o Formare já profissionalizou em média 300 jovens. Ao final do curso, todos recebem o diploma de formação profissional emitido pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).