ip_interna_04

Trabalho voluntário enriquece seu currículo

Você já sabe o que trabalho voluntário é muito importante para a International Paper, certo? Assim como nós, muitas outras empresas valorizam essa atividade. Uma pesquisa realizada pela consultoria Deloitte mostrou que quatro em cada cinco diretores de recursos humanos prestam bastante atenção a experiências adquiridas em trabalho voluntário na hora de contratar. Resumindo: o trabalho voluntário alimenta a alma e o currículo.

 

Mas, como incluir o trabalho voluntário no currículo? Nós fomos atrás desta informação para você! Confira nossas dicas:

  • Relevância - todas as atividades do currículo sempre devem ter alguma relevância para o cargo disputado. Se você quer uma vaga de professor e já atuou como escoteiro voluntário, isso interessa. Mas se você é um contador e der detalhes de sua atuação entre escoteiros pode fazer o recrutador pensar: ‘ele vai querer ir embora mais cedo do trabalho para se dedicar a isso’.

 

  • Seja especifico – ninguém quer ver uma lista enorme de organizações onde você trabalhou. Você deve detalhar apenas o que fez de relevante em cada instituição. Dê resultados que podem ser medidos em números, tais como “ajudei a construir duas casas” ou “treinei 24 pessoas”.

 

  • Use as redes sociais – Cada vez mais os recrutadores estão olhando para o perfil dos candidatos nas redes sociais. O LinkedIn, por exemplo, tem uma área específica para que as pessoas listem apenas experiências com trabalho voluntário.

 

  • Melhor que nada - Se você tem alguma lacuna na sua formação, um trabalho voluntário pode ser a melhor forma de preencher esse vazio.

 

  • Liste as habilidades conquistadas com o voluntariado – Além do desenvolvimento pessoal, um trabalho voluntário pode ensinar diversas habilidades procuradas no mercado de trabalho. Se você foi o tesoureiro de uma campanha beneficente, por exemplo, sabe lidar com finanças. Já se você coordenou uma equipe de recolhimento de alimentos, desenvolveu habilidades de logística, organização e liderança. O que você deve fazer é escolher as habilidades certas (escolha aquelas que você pode quantificar e comprovar).

 

Também devemos ter alguns cuidados ao incluir essas informações no nosso currículo. Veja, abaixo, o que você não fazer: 

  • Incluir organizações polarizadoras – Melhor deixar de lado trabalhos voluntários realizados em favor de organizações consideradas polarizadoras, como grupos religiosos ou partidos políticos. Embora esse tipo de sentimento não deva interferir nas relações de trabalho, seu recrutador pode ter crenças opostas ao grupo identificado em seu currículo. Com isso o trabalho voluntário deixa de favorecê-lo.

 

  • Associar voluntariado e relações familiares – Embora não tenha nada de errado em realizar trabalhos voluntários relacionados à sua família, pode ser arriscado incluir isso no seu currículo. A empresa pode ter uma impressão errada de que você favorece certas pessoas em detrimento de outas, além de parecer que você não sai da sua zona de conforto. Portanto, a não ser que o trabalho voluntário seja muito adequado à vaga que você busca, prefira deixar essa experiência de fora.
ip_interna_03

Doe sangue e ajude a manter os estoques nas férias

Com o período das férias, os doadores regulares dos bancos de sangue viajam e mudam sua rotina. Como consequência, acabam diminuindo os estoques nos hemocentros de todo o País. A escassez maior é de sangue dos tipos negativos. Nesta época do ano, os estoques chegam a cair entre 20% a 30%. O problema é que nesse mesmo período, aumentam os acidentes e os casos de urgência na rede hospitalar, elevando a demanda por sangue e hemoderivados.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 93 milhões de bolsas de sangue são coletadas por ano em todo o mundo, mas o número ainda é baixo. De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil apenas 1,9% dos brasileiros doam sangue.

Então, que tal doar sangue, além do seu tempo em trabalhos voluntários? Para quem se interessou os requisitos são:

  • Ter entre 18 e 65 anos;
  • pesar 50 quilos ou mais
  • não estar em jejum (só após o almoço é preciso um intervalo de quatro horas).

A doação dura cerca de quinze minutos e são coletados aproximadamente 450 mililitros de sangue. O intervalo entre doações deve ser de 60 dias para o homem e 90 dias para as mulheres.

Para mais informações, acesso o site da Fundação Pró-Sangue (http://www.prosangue.sp.gov.br/home/Default.asp), maior hemocentro do país, que atende mais de 100 hospitais no estado de São Paulo.

PEA_faca

Projeto de Educação Ambiental – Faça parte!

Começaram as inscrições para o Projeto de Educação Ambiental – PEA 2015! Investir na educação como forma de garantir a preservação do meio ambiente é o melhor incentivo para assegurar a prática sustentável da nossa e das próximas gerações.

O PEA desenvolve atividades nas Fábricas de Papel e Celulose da International Paper nos municípios de Mogi Guaçu e Luiz Antônio (região de Ribeirão Preto), ambas no estado de São Paulo, e as visitas do público acontecem semanalmente, com dois horários disponíveis para agendamento: das 08h às 12h ou das 13h às 17h.

O projeto que trabalha com alunos do Ensino Fundamental e Médio, também abriu as portas para receber graduandos e pós-graduandos que se interessem pelos assuntos relacionados a educação ambiental, assim como alunos de educação especial, idosos e quaisquer outros grupos que também queiram participar dessa iniciativa.

Com entrada e alimentação gratuita, a proposta do projeto é desmistificar algumas questões sobre a indústria do papel e da celulose, desde o processo do plantio até a produção do papel que será comercializado.

O PEA tem como objetivo esclarecer a função que cada um de nós pode desempenhar para contribuir por um mundo mais responsável e consciente, além de permear essas ideias entre amigos e familiares, transformando os participantes em multiplicadores.

Para se inscrever, basta procurar as pessoas responsáveis na unidade mais próxima:

  • Fábrica de Papel e Celulose International Paper – Mogi Guaçu/SP
    Tomas: (19) 3861-8955 ou tomas.fernandes@ipaper.com
  • Fábrica de Papel e Celulose International Paper – Luiz Antônio/SP
    Sabrina: (16) 3986-9073 ou sabrina.tenello@ipaper.com

Junte-se ao PEA e ajude a construir grandes transformações para a preservação da natureza. Seja um multiplicador da educação ambiental!

 

ip_interna_02

Projeto Formare – Inscrições abertas!

Inscrições abertas! É hora de você fazer parte do time FORMARE. Torne-se um Educador Voluntário e ajude diretamente no processo de transformação social do nosso país.

O projeto FORMARE é responsável por abrir um caminho cheio de oportunidades para alunos da rede pública de ensino – é uma porta que se abre para inaugurar a vida profissional de quem está começando agora.

Os educadores voluntários da International Paper, tem um papel fundamental no projeto Formare, pois através de disciplinas como informática, inglês, manutenção eletromecânica, produção de papel e celulose e muitas outras, eles proporcionam aos alunos do Formare seus primeiros contatos com a formação profissionalizante, que será o pontapé inicial de uma vida cheia de desafios.

Os novos educadores  recebem cursos de capacitação realizados pela Fundação Iochpe  para que construam uma experiência de excelência em sala de aula para os jovens beneficiados neste programa. Graças ao esforço de um time de profissionais voluntários que se reúnem durante 10 meses para tornar esse sonho real, o FORMARE funciona como um núcleo de transformação social, e ambas as partes são impactadas por essa iniciativa.

Ser voluntário é ensinar e aprender, é se transformar! Até o dia 25 de Fevereiro, as fichas para inscrição estarão disponíveis nas saídas dos restaurantes das fábricas de Luiz Antônio e Mogi Guaçu. Desafie-se e faça parte também. Esperamos por você!

ip_interna_01

Confira os resultados do projeto Guardiões em Ação 2014

O projeto Guardiões em Ação completou dois anos em 2014. Por meio de campanhas internas, buscamos despertar o desejo e interesse dos colaboradores da International Paper pelas ações voluntárias.

Este ano, a nossa missão foi muito especial. Cada profissional apadrinhou uma criança que, na semana do Natal, teve a oportunidade de conhecer o ambiente de trabalho dos “padrinhos” e ganhar um presente.

Resultados

Ao todo, participaram da ação 92 profissionais, que beneficiaram crianças de cinco entidades. São elas:

 

Veja nossa galeria de fotos aqui e confira como foi o dia da entrega de presentes.

O projeto

O  Guardiões em Ação foi criado com o objetivo de ampliar o voluntariado dentro da International Paper, difundir a prática de ações voluntárias e promover a integração e socialização entre os profissionais e a comunidade carente local.