interna09

Mostra de Teatro Infantil Sustentável em São Paulo

A arte servindo a favor da sustentabilidade.

Esse foi o principal objetivo da Primeira Mostra Anual de Teatro Infantil Sustentável, a MATIS, em São Paulo. O evento que foi lançado durante a última Virada Sustentável, no Parque da Água Branca, realizou nos dias 13 e 14 de dezembro, um espetáculo infantil que a partir de uma experiência lúdica teatral, mostrou para as crianças a importância de se praticar conceitos básicos de sustentabilidade em qualquer tarefa que façam no dia a dia.

Com um conteúdo atual e reflexivo, a peça, além de impactar na consciência das crianças, sem dúvidas, colocou uma pequena pulga atrás da orelha dos adultos que lá estiveram com os filhos. A proposta era fazer com que todos, em especial os menores, se relacionassem de uma maneira mais próxima e mais respeitosa com o meio ambiente. Tratando temas ambientais e conceitos de cidadania de diferentes maneiras, o espetáculo ressaltou a importância e os benefícios gerais para o planeta quando alteramos os nossos padrões de comportamento e, consequentemente, nossas práticas diárias em prol de um mundo mais justo e sustentável.

Quem viu, adorou!

Não perca na próxima Virada Sustentável! Aproveite para levar os pequenos para assistir uma peça de teatro linda e ainda saber mais sobre sustentabilidade! Se quiser mais detalhes, entre no site.

Primeira Mostra Anual de Teatro Infantil Sustentável – MATIS
Espetáculo: Os 3R´s e a grande missão – Atrapa Trupe de Teatro
Site: http://www.matis.art.br

 

interna05

Quer ser um voluntário? Dicas para começar 2015 na ativa

Por que não começar 2015 fazendo o bem?

Você que está afim de ser um voluntário, mas que ainda não sabe quais os caminhos que o levarão para organizações responsáveis e ativas, fique tranquilo. Trouxemos uma relação de opções para que você coloque todo o seu talento em prol de alguma causa a partir do próximo ano.

Vivemos num país em que, nem sempre, os serviços oferecidos pelo estado, suprem as demandas sociais que são cada vez maiores. Nesse contexto, surgiram as ONGs, organizações sociais sem fins lucrativos. Com muita vontade, mas na maioria das vezes, com pouco dinheiro, as ONGs penam em conseguir mão de obra qualificada para atender os seus projetos e aumentar a sua escala de beneficiados. É aí que você entra, e faz toda a diferença!

Para ser um voluntário é muito fácil. Conhece de português, matemática, sistemas de informação, artes plásticas, marketing, finanças, não conhece nada, mas mesmo assim quer ajudar, aprender e fazer o bem? Ótimo! O importante é exercer a sua cidadania e fazer parte da construção de um mundo mais justo.

Existem muitas iniciativas que organizam e distribuem voluntários para ONGs em todo o país, abaixo, algumas que confiamos e apoiamos:

Atados: https://www.atados.com.br

Voluntários Online: http://voluntariosonline.org.br

Centro de Voluntariado de São Paulo: http://www.voluntariado.org.br

Na maioria dos casos o processo é bem simples: você opta por um projeto que trabalha com algum tema que possa ser do seu interesse, conta das suas habilidades específicas ou de alguma área que queira atuar, e por fim, a região em que deseja trabalhar.

Em pouquíssimo tempo, você recebe uma resposta e já é chamado para conhecer a organização. Pessoas como você, mudam o mundo. Seja voluntário e ajude a transformar a vida de muita gente que precisa!

Gostou do tema? Ficou interessado? Comente abaixo!

interna07

Tudo o que você gostaria de saber sobre a produção de papel

A International Paper preparou um material com várias perguntas e respostas para esclarecer as principais dúvidas sobre a produção de papel

Você sabia que todos os papéis usados para imprimir no Brasil são provenientes do cultivo de eucalipto? Isso garante que o papel que usamos é 100% sustentável.

A sustentabilidade e o cuidado com o meio ambiente estão entre as principais prioridades da International Paper. Por isso, selecionamos algumas perguntas que todo mundo já se fez sobre a produção de papel, para que você tire todas as suas dúvidas:

A produção de papel causa a extinção de árvores?

Não! O papel para imprimir e escrever produzido no Brasil é 100% feito a partir do plantio de eucalipto e pinus, cultivados exclusivamente para este fim em harmonia com a mata nativa. Para ficar mais claro, pense que é o mesmo tipo de cultivo pelo qual o algodão ou a soja passam antes de se transformarem em tecido ou óleo. Na International Paper, a cada três hectares de plantio de eucalipto, é mantido um hectare de conservação da fauna e flora regionais.

E como a indústria de papel e celulose contribui para o meio ambiente?

Para reduzir a “pegada de carbono”, o setor investe no uso de fontes renováveis. Por exemplo: boa parte da geração de energia é feita com resíduos de árvores plantadas, ou seja, biomassa, ou da recuperação de produtos utilizados no processo de fabricação. E as florestas plantadas sequestram carbono da atmosfera, reduzindo o aquecimento global. Um hectare de floresta de eucalipto da International Paper América Latina capta 51 toneladas de CO2 da atmosfera a cada ano!

Mas, como posso ter certeza de que o papel que eu estou adquirindo cumpre todos os requisitos e é feito de maneira sustentável?

A forma mais segura é optar por produtos certificados, que exibem selos em suas embalagens. Eles comprovam que a madeira utilizada no processo é proveniente de florestas bem manejadas, com respeito aos aspectos ambientais e sociais desta produção, respeitando a biodiversidade e os direitos de seus profissionais. No Brasil a International Paper, fabricante dos papeis Chamex, Chamequinho e Chambril, possui as seguintes certificações:

  • Cerflor, Programa Brasileiro de Certificação Florestal gerenciado pelo Inmetro e reconhecido internacionalmente pelo PEFC (Program for Endorsement on Forestry Certification).
  • FSC (Forest Stewardship Council – Conselho de Manejo Florestal), reconhecida como um “selo verde” e presente em mais de 75 países.
  • Ecolabel Flower – a International Paper é a primeira empresa da América Latina a receber esta certificação, reconhecida em toda União Européia e que atesta o bom desempenho ambiental dos produtos industrializados e serviços.
  • Além disso, a companhia possui as ISOs 9001,14001 e a ISO 18001(OHSAS)

Para saber mais, veja o infográfico publicado no blog www.adoropapel.com.br. Tem alguma dúvida sobre sustentabilidade? Deixe nos comentários.

img-interna

Doe o seu Imposto de Renda para Projetos Sociais

A doação que fizer em dinheiro pode ser deduzida do Imposto de Renda

Você sabia que pode deduzir parte do seu Imposto de Renda para que ele fique na sua cidade, em forma de doação a programas de atenção à criança e ao adolescente? O melhor de tudo é que fazer isso é muito fácil: basta você optar por doá-lo para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Para que você possa fazer tudo da maneira certa, daremos uma breve explicação de todo o processo. Vamos lá:

1. Legislação

O Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei 8.069 de 13/07/1990, no artigo 260, permite as pessoas jurídicas tributadas com base no lucro real deduzirem até 1% do imposto de renda devido, excluídos o adicional (o valor do adicional será recolhido integralmente). O limite máximo para doações dedutíveis do Imposto de Renda é de 1% para Pessoas Jurídicas, não cumulativo com outras doações e incentivos fiscais federais, e de 6% para pessoas físicas.

2. Doação Efetuada por Pessoa Jurídica

Durante todo o ano, as empresas que recolhem Imposto de Renda com base no lucro real poderão doar 1% do IR devido ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente.

Quem quiser doar ao Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente, ao calcular o Imposto de Renda, basta deduzir até 1% do valor, sem qualquer ônus para a empresa, recolhendo, assim, 99% do valor devido apresentando o comprovante de doação.

3. Doação Efetuada por Pessoa Física

A Pessoa Física que quiser doar ao Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente poderá deduzir até 6% do Imposto de Renda devido, lançando-os na Declaração Anual de Ajuste do mesmo ano base, apresentando os comprovantes de doação.

Os que podem doar são aqueles que usam o formulário completo, de cor azul, ou realizam a declaração completa pela internet.

Mas olhem lá: a doação deve ser realizada até o dia 31 de dezembro!

Quem faz a declaração simplificada já optou por um desconto padrão de 20%, que não pode ser acrescida de mais nada, nem mesmo da doação prevista no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Se identificou? Acha que vale a pena fazer essa escolha? Ficou com dúvidas? Comente!